A Luta contra o Tabaco!

Quem lutou para parar de fumar sabe a vitória que é poder dizer não ao cigarro. Para incentivar mais pessoas a largarem esse vício, é comemorado o Dia Mundial da Luta contra o Tabaco em 31 de maio.

A data também é conhecida como "Dia Mundial Sem Tabaco" ou "Dia Contra o Cigarro". O objetivo é alertar os fumantes sobre os perigos do tabagismo e como é bom estar livre do cigarro.

O Dia Mundial Contra o Tabaco foi criado pela Organização Mundial da Saúde em 1987. No Brasil, a organização das atividades de conscientização sobre os males do tabaco fica a cargo do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), órgão ligado ao Ministério da Saúde.

Alguns países costumam colocar rosas ou outras flores em cinzeiros instalados em locais públicos para chamar atenção para a data.
Quanto mata e faz mal o cigarro?

Estatísticas recentes da OMS revelam que, anualmente, morrem em todo o mundo cerca de 5,4 milhões de pessoas por doenças relacionadas com o tabagismo. As mais comuns são os cânceres de pulmão e garganta. Mas, além dessas graves enfermidades, o tabaco produz outros complicadores, como:
- queda de cabelo,
- impotência sexual,
- dentes e unhas amarelados,
- problemas respiratórios,
- redução da expectativa de vida, entre outros.

Os males do cigarro

Uma investigação feita pelo Laboratório Nacional de Los Alamos (Estados Unidos) alertou que quem fuma um maço de cigarro diariamente realiza 150 mutações a mais em cada célula do pulmão em relação aos pacientes de câncer que não fumam. Ou seja, o cigarro é capaz de promover alterações moleculares no DNA. Os tumores provocados pelo cigarro estariam relacionados a essas mutações genéticas nos tecidos em contato – direta ou indiretamente – com a fumaça do cigarro.

Mas as complicações do tabagismo não afetam apenas os fumantes inveterados. Aqueles que fumam apenas um cigarrinho não estão salvos dos males provocados por esse hábito.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos (NCI), publicada na Jama Internal Medicine, revelou que mesmo o menor consumo de cigarro (menos de 1 por dia) aumenta os riscos de desenvolvimento de câncer de pulmão. Em relação a não fumantes, a proporção é de 9 a 12 vezes mais chances de desenvolver a doença.

O cigarro é capaz, inclusive, de afetar quem não fuma, os chamados “fumantes passivos”. Mas muito pouco se fala sobre o perigo vivido por quem produz o tabaco. Agricultores do Rio Grande do Sul estão morrendo e desenvolvendo doenças nas lavouras de tabaco, onde a quantidade de agrotóxicos utilizada é devastadora para a saúde desses trabalhadores.
Motivos para você parar de fumar agora

Não faltam motivos para você parar de fumar agora. O GreenMe preparou uma lista com 20 motivos para você deixar logo esse vício. Confira alguns deles:

1. Cigarro faz você literalmente queimar dinheiro. Ou seja, além de você perder dinheiro, perde também qualidade de vida.

2. Cigarro provoca mau hálito.

3. Cigarro causa vários tipos de câncer.

4. Cigarro compromete a saúde do coração.

5. Cigarro pode causar infertilidade.

6. Cigarro aumenta o risco de impotência.

Se você ainda não está convencido dos malefícios do cigarro, confira aqui o restante dos motivos.
Sim, você pode!

Qualquer vício é muito difícil de ser superado. Se você, sozinho, não consegue parar de fumar, procure ajude médica e/ou terapêutica. O importante é que você decida parar e procure todos os meios para levar essa decisão até alcançar o seu objetivo.

Sim, você também pode parar de fumar: hoje, agora e sempre!


Fonte: https://www.greenme.com.br/viver/saude-e-bem-estar/6696-dia-mundial-sem-tabaco-2018


Facebook

Twitter

Exame Online

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades.

Responsáveis Técnicos:
Dr. Emerson Aparecido Sobrinho - CRBM 5163
Dr. Erika Michele Moral - CRBM 16814

Desenvolvimento e Hospedagem

Laboratorio Biolab © 2018 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento e Hospedagem