Dezembro Vermelho: Vamos falar sobre a AIDS

Em algum momento da sua vida (ou em vários) você já deve ter ouvido falar do HIV e da AIDS. Mesmo com tantos avanços na medicina e informações por todos os lados, ainda há muito estigma sobre a doença e, principalmente, em quem tem a doença. Descoberta no início dos anos 80 e até mesmo sendo erroneamente conhecida como ‘doença dos gays’, o HIV/AIDS ainda gera algumas dúvidas que precisam ser melhor esclarecidas para uma educação plena sobre não ter preconceito.Há grandes indícios de que o HIV seja originário dos primatas. Há também os relatos de práticas sexuais com esses animais logo no início do século XX. Este contato fez com que mercadores de animais e caçadores fossem uns dos primeiros infectados com um vírus fraco chamado de vírus da imunodeficiência símia (SIV), que seria rapidamente suprimido pelo organismo humano. Entretanto, a rápida transmissão desse vírus de pessoa para pessoa fez com que ele se desenvolvesse e virasse o HIV.O que o HIV?É o vírus da imunodeficiência humana...

Leia Mais

Saiba tudo sobre as Olheiras

Notou uma mancha escura ao redor dos olhos? Pois é melhor ler esta matéria antes de correr para a farmácia para comprar um creme clareador de olheiras. Isso porque existem muitas causas para esse fenômeno, e cada uma exige um tratamento diferente.Primeiro, há as olheiras amarronzadas, provocadas pelo excesso de melanina, o pigmento que dá cor à pele. Essas podem ser genéticas – certos povos, como os árabes e indianos, têm tendência a elas – ou facilitadas pelo excesso de sol e pela coceira. “A fricção favorece o depósito de melanina no local”, explica Tatiana Gabbi, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.Também é comum encontrar olheiras azuladas ou roxas. Essas têm origem nos finos vasinhos sanguíneos que irrigam a região. “Eles podem aumentar de tamanho por diversos motivos, tanto genéticos quanto factuais, e ficarem mais aparentes”, detalha Caio Lamunier, dermatologista do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Como a pele dali é muito fina e, logo,...

Leia Mais

Os perigos do movimento Antivacina

Recentemente o movimento antivacinação foi incluído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em seu relatório sobre os dez maiores riscos à saúde global. De acordo com a Organização, os movimentos antivacina são tão perigosos quanto os vírus que aparecem nesta lista porque ameaçam reverter o progresso alcançado no combate a doenças evitáveis por vacinação, como o sarampo e a poliomielite. Ainda segundo a OMS, as razões pelas quais as pessoas escolhem não se vacinar são complexas, e incluem falta de confiança, complacência e dificuldades no acesso a elas. Há também os que alegam motivos religiosos para não se vacinar ou a seus filhos. “A vacinação é uma das formas mais eficientes, em termos de custo, para evitar doenças. Ela atualmente evita de 2 a 3 milhões de mortes por ano, e outro 1,5 milhão poderia ser evitado se a cobertura vacinal fosse melhorada no mundo”, afirma a OMS.Entretanto, os movimentos antivacina vêm crescendo no mundo todo, inclusive no Brasil, que sempre foi exemplo...

Leia Mais

Qual a diferença etre asma e bronquite?

Você sabe qual a diferença entre asma e bronquite? As duas são doenças respiratórias que causam sintomas parecidos, como tosse e falta de ar, mas elas são condições diferentes.Tanto a asma quanto a bronquite acontecem devido a uma inflamação nas estruturas em formato de tubo que levam o ar da garganta (traqueia) até os pulmões. Essa inflamação surge quando essas estruturas são atingidas por diferentes agentes irritantes, o que leva à produção de muco (catarro). Em consequência, ocorre também um estreitamento do diâmetro desses tubos, causando falta de ar. Como as duas doenças apresentam esse mecanismo, alguns sintomas são iguais para ambas.A confusão aumenta porque, muitas vezes, a asma é chamada de bronquite asmática ou asma brônquica. Contudo, a asma é uma doença crônica que costuma estar associada a um processo alérgico, enquanto a bronquite geralmente é causada por uma infecção viral ou bacteriana ou pelo tabagismo.Diferenças nas causas da asma e da bronquiteA asma é uma doença...

Leia Mais

Novembro Azul: Câncer de Próstata, como prevenir?

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer que mais afeta os homens, e o mais frequente nos que já passaram dos 50 anos. A própria idade avançada está entre os fatores de risco, assim como o histórico familiar da doença, fatores hormonais e ambientais, além de maus hábitos alimentares, sedentarismo e excesso de peso. Diante disso, preparamos este post para deixar você por dentro do assunto. Vamos conferir?O câncer de próstataEste tipo de câncer cresce lentamente, não apresentando sintomas em suas primeiras fases. Problemas para urinar, sensação de que a bexiga não se esvazia completamente e sangue na urina são indícios que indicam um estágio avançado da doença. Dor óssea, principalmente nas costas, indica a presença de metástases, um avanço da doença para uma fase ainda mais grave. O diagnóstico precoce do câncer de próstata é essencial para que a cura seja possível. É por isso que o exame de toque retal é tão divulgado e recomendado pelos profissionais da saúde, mas infelizmente...

Leia Mais

Outubro Rosa: Como fazer o autoexame da mama

Para fazer o autoexame da mama é necessário seguir três passos principais que incluem fazer observação em frente ao espelho, palpar a mama de pé e repetir a palpação deitada.O autoexame da mama deve ser feito uma vez por mês, todos os meses, 3 a 5 dias após o aparecimento da menstruação ou em uma data fixa nas mulheres que já não têm menstruação.Todas as mulheres após os 20 anos, com caso de câncer na família, ou com mais de 40 anos, sem caso de câncer na família, devem realizar o auto exame da mama para prevenir e diagnosticar precocemente o câncer de mama.Passo-a-passo para fazer o autoexame da mamaPara fazer corretamente o autoexame da mama é importante fazer a avaliação em frente ao espelho, em pé e deitada, seguindo os seguintes passos: 1. Como fazer a observação em frente ao espelhoPara se fazer a observação em frente ao espelho deve-se ficar retirar toda a roupa e observar seguindo o seguinte esquema:    A-Primeiro, observar com os braços caídos;    B-Depois, levantar os...

Leia Mais

O melhor presente de Dia das Crianças: estimular bons hábitos infantis

Neste Dia da Criança, muito além de presentes e mimos, é importante ter a consciência sobre como desenvolver, no âmbito de cada família, novas gerações mais saudáveis e menos suscetíveis aos riscos das doenças cardiovasculares. Para isso, é crucial, desde os primeiros anos, ensinar bons hábitos alimentares e práticas cotidianas corretas.Os costumes desenvolvidos e arraigados na infância tendem a permanecer durante toda a vida. Por isso, cuide bem da alimentação, do sono e das atividades físicas dos seus filhos. Tal atenção, um verdadeiro gesto de amor e responsabilidade, representa um precioso investimento no seu futuro como adultos.Estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou que a obesidade infantil atinge hoje dez vezes mais crianças e adolescentes do que na década de 1970. Isso significa que o grupo de indivíduos entre 5 e 19 anos acima do peso saltou de 11 milhões, naquela época, para 124 milhões em todo o mundo – os dados são de 2017. No Brasil, 9,4% das meninas e 12,7%...

Leia Mais

Outubro Rosa: saiba o que é mito e verdade sobre câncer de mama

Ao final do dia de hoje, 156 brasileiros terão recebido o diagnóstico de câncer de mama. Não, você não leu errado. São quase 60 mil novos casos por ano e a doença, apesar de ser majoritariamente feminina, ao contrário do que a maioria da população acredita, também pode acometer os homens.Esse, inclusive, é um dos grandes mitos que envolvem o câncer de mama . Mesmo sendo o tipo de tumor que mais mata mulheres em todo o mundo, a condição ainda é vista como um tabu pela sociedade e falta informação para que a prevenção e o diagnóstico precoce sejam feitos adequadamente.Quanto mais o paciente souber sobre seu corpo e procurar ajuda, as chances de recuperação podem ser maiores. “A gente sabe que por ano entre 13 e 15 mil mulheres morrem de câncer de mama. O número assusta, mas sabemos também que quando uma mulher é recém-diagnosticada, apenas de 6 a 8% já recebem a notícia de câncer metastático [quando o estágio é mais avançado e atinge outros órgãos] logo de cara, e outras 8% que tiveram...

Leia Mais

147 items

Facebook

Twitter

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades.

Responsáveis Técnicos:
Dr. Emerson Aparecido Sobrinho - CRBM 5163
Dr. Erika Michele Moral - CRBM 16814

Desenvolvimento e Hospedagem

Laboratorio Biolab © 2019 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento e Hospedagem