Prevenção do câncer de próstata - por Dr. Rafael Alcaráz

Sou Rafael Alcaráz – Medico Urologista Venho hoje falar um pouco sobre a Prevenção de Próstata. Você sabia que o câncer de próstata é o tumor mais frequente de órgão sólido, em homens Você sabia que a cada 40min uma pessoa morre em decorrência dessa doença? Você sabia que o câncer de próstata tem cura em mais de 95% dos casos diagnosticados no início da doença? Vamos aproveitar a campanha do novembro azul  para informar nossos amigos e familiares com mais de 45 anos da necessidade de realização de exames. O exames de acompanhamento são feitos com exames de PSA (colhido no sangue) e exame de toque retal (exames simple, indolor e que dura cerca de 1 min). Se não tratado de forma correta o câncer de próstata pode invadir os ossos e causar dores terríveis e de difícil controle. Para evitar esse sofrimento, basta fazer o exame preventivo anual com seu médico de confiança.     Dr. Rafael Alcaráz – Titular da Sociedade Brasileira de Urologia                          ...

Leia Mais

Entenda a importância do Setembro Amarelo na prevenção do suicídio

Hoje, o suicídio no Brasil já faz mais vítimas que a AIDS e mata mais do que vários tipos de câncer e, mesmo assim, muitas pessoas ainda não discutem o assunto e têm medo de encarar as doenças psicológicas que, muitas vezes, levam à morte. Nos últimos anos, a taxa de suicídio no estado de São Paulo cresceu 30% e os homens são as maiores vítimas. Segundo uma pesquisa recente da OMS (Organização Mundial da Saúde), no Brasil, a cada 100 mil pessoas, quase sete tiraram a própria vida no ano de 2012. Além disso, para cada suicídio podem ter ocorrido mais de 20 outras tentativas que não deram certo. A vergonha, o desconhecimento e o desinteresse das vítimas e de seus familiares e amigos em tratar o problema são catalisadores que precisam ser combatidos. Essa é uma das metas do Setembro Amarelo, campanha de prevenção de suicídio que chegou no Brasil em 2014.O principal objetivo do Setembro Amarelo é quebrar o tabu que existe envolvendo o suicídio. Doenças graves, como o câncer e a AIDS, já...

Leia Mais

5 exercícios para fazer no trabalho e evitar dores

Encontrar tempo para se exercitar parece impossível quando se tem uma rotina puxada. Trabalhar em um escritório e passar muito tempo em frente ao computador em uma posição desconfortável, por exemplo, pode provocar muitos malefícios à saúde. Ao final do dia, a sensação é de que as articulações estão rígidas e que os músculos estão tensos. Assim, é importante criar hábitos saudáveis e conhecer alguns exercícios para fazer no trabalho para diminuir essas sensações.Os exercícios são discretos e simples, relaxam e auxiliam na circulação sanguínea. Mesmo para quem malha, eles são essenciais, já que ficar sem fazer alongamento pode desfazer os ganhos conquistados na academia. O recomendado é se movimentar a cada uma hora.Neste post, vamos mostrar 5 exercícios para fazer no trabalho que você precisa conhecer. Confira! 1. Elevação na cadeiraEsse exercício é recomendado para fortalecer a parte central dos braços e do corpo. Para fazê-lo, sente-se de perna cruzada, coloque os dois braços nos...

Leia Mais

Curta o Carnaval sem esquecer da saúde

Faça sexo seguroTransar sem camisinha não traz só o risco da AIDS, a transmissão da gonorreia, sífilis e herpes pode acontecer em apenas uma relação sexual sem proteção. Além disso, o preservativo previne também a gravidez. Os médicos indicam a camisinha como melhor opção de proteção, já que o uso de pílulas pode prejudicar o organismo e não protegem o corpo de diversas doenças.Beijos com moderaçãoVários vírus podem ser transmitidos também pelo beijo. É o caso da herpes labial, por exemplo, que, uma vez contraída, acompanha a pessoa pelo resto da vida.Evite as substâncias energéticasPara não perder o pique, muita gente aposta nas substâncias energéticas, como o pó de guaraná e as bebidas com energético. Como elas têm muita cafeína em sua composição, se consumidas em excesso, podem causar dificuldade para dormir, gastrite e sobrecarga do organismo, podendo levar à arritmia cardíaca.Não exagere no álcoolAs bebidas alcoólicas são muito diuréticas e por isso causam a desidratação. Além de...

Leia Mais

Coronavírus: por que ele se espalhou muito mais rápido que o vírus da SARS?

Apesar de ser considerado menos letal que outros vírus da mesma família, o novo coronavírus assusta pela rapidez da sua transmissão. Enquanto o vírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), que causou um surto de pneumonia entre 2002 e 2003, demorou três meses para infectar pessoas fora da China (país onde começou), o novo coronavírus alcançou o feito em apenas um mês.O vírus da Sars infectou 8 mil pessoas em cerca de dez meses de surto. Já o novo "membro" da mesma família viral já deixou mais de 40 mil pessoas doentes em apenas dois meses. Neste domingo, 9, a Comissão Nacional de Saúde da China informou que o novo vírus já matou 908 pessoas, superando as 774 mortes causadas pela Sars.Segundo especialistas, o novo vírus, embora ainda em estudo, parece ter características que o fazem mais transmissível e adaptável ao ser humano. No entanto, a transformação radical pela qual a China passou nas últimas duas décadas pode ter ajudado o novo coronavírus a ser mais eficiente em sua meta...

Leia Mais

Um alerta sobre o combate à leucemia: Fevereiro Laranja

Com o surgimento de 257 mil novos casos por ano, a leucemia está entre os 10 tipos de câncer mais comuns em todo o mundo, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). O aumento do número de diagnósticos da doença, estimada em mais de 10 mil novos casos somente no Brasil para 2018, acende um alerta para a importância da prevenção, bem como para a doação de medula óssea, lembrada por meio da campanha Fevereiro Laranja, celebrada neste mês.O hematologista do Centro Oncológico do Triângulo Mineiro, Dr. Luiz Cláudio C. Duarte, faz um alerta sobre a doença. "Ao contrário das leucemias crônicas que se iniciam de forma lenta, as leucemias agudas se manifestam de forma agressiva, por isso é importante fazer exames de sangue de rotina para descobrir se há alguma alteração que leve a suspeita da doença. Caso haja qualquer suspeita, é necessário que o paciente faça o exame chamado mielograma, em que é retirado uma pequena quantidade de medula óssea, que é o material esponjoso de dentro...

Leia Mais

Volta às aulas: como montar uma lancheira escolar saudável e saborosa

Conhecer novos amigos, reencontrar os antigos. Mudar de série ou até mesmo de escola. A volta às aulas é realmente um turbilhão de novidades para as crianças. Mas o que não pode faltar são os alimentos saudáveis na hora de montar a lancheira.O lanchinho do recreio precisa ser adequado e saudável, assim como a alimentação feita em casa. Para dar certo, o importante é levar em consideração aquilo que a criança gosta e está acostumada a comer. Melhor ainda se ela puder participar da preparação, sentindo-se parte do processo. Essa é uma ótima estratégia para despertar o interesse pelos alimentos.O que não pode faltar na lancheira?Conforme ensina o Guia Alimentar para a População Brasileira, produzido pelo Ministério da Saúde, os alimentos in natura ou minimamente processados devem ser a base da alimentação. Isso inclui variedades de todos os tipos de grãos, raízes, tubérculos, farinhas, legumes, verduras, frutas, castanhas, leite, ovos, carnes e vale não apenas para refeições principais,...

Leia Mais

Janeiro Roxo é o mês de conscientização sobre a hanseníase

"Falei que tinha hanseníase e colega deu passo atrás", conta Marines Uhde, 44, enfermeira precocemente aposentada devido à doença.Ela trabalhou durante anos em contato direto com pacientes acometidos pela hanseníase, nomenclatura utilizada desde a década de 1980 para a lepra. O contato direto e prolongado é a principal forma de contágio.Marines faz parte dos 30 mil brasileiros que contraem a doença anualmente no país, onde ela é endêmica.O Brasil concentra mais de 90% dos casos de hanseníase da América Latina, sendo o segundo país no mundo com a maior incidência, ficando atrás apenas da Índia, de acordo com a Dahw Brasil, ONG alemã de assistência a hanseniamos com 61 anos existência e atuação em 21 países."A hanseníase está classificada entre as doenças negligenciadas, que são doenças da pobreza, junto com a leishmaniose, esquistossomose, tracoma. A rigor, todas as pessoas estão em risco. O que acontece é que a maior parte dos seres humanos apresentam uma resistência natural à doença....

Leia Mais

155 items

Facebook

Twitter

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades.

Responsáveis Técnicos:
Dr. Emerson Aparecido Sobrinho - CRBM 5163

Desenvolvimento e Hospedagem

Laboratorio Biolab © 2021 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento e Hospedagem